Tarjcooper's Blog

Sao Bento do Sapucai – Pontos Turisticos

São Bento do Sapucaí é uma estância climática de turismo ecológico bastante procurada por sua paisagem montanhosa, picos e cachoeiras.

Pedra do Bau 

pedra consiste em um imponente bloco de granito com uma base de 540 metros de comprimento por 40 metros de largura, e uma altura de 340 metros. O formato imponente e o terreno acidentado sempre chamaram a atenção dos turistas que há muito tempo desejavam alcançar o seu cume. Para abrigar os turistas das intempéries e dar-lhes abrigo, o Dr. Luiz Villares mandou construir bem no topo da pedra um refúgio. No dia 01 de abril de 1945, foi feita a demarcação da casa por Floriano Pinheiro e sua equipe. A construção ocuparia uma Área de 56 m2. Alguns dias depois, no dia 10 do mesmo mês, iniciaram-se as obras de preparação do terreno para os alicerces. O serviço era moroso, por causa das dificuldades de transporte e a subida do material para a obra. As paredes eram de tábuas duplas, os alicerces, de alvenaria e o teto, de lâminas de cobre, inclusive os pregos. Dois pára-raios foram colocados, um nos fundos e outro na chaminé da lareira. Interiormente, a casa era composta de uma sala de estar com lareira, armário, banco de madeira, e de um dormitório com vinte e uma camas de campanha. O abastecimento de água se fazia pela captação das águas pluviais, através da calha do telhado, que eram levadas até dois reservatórios de madeira, por meio de canos de cobre. O abrigo foi inaugurado no dia 12 de janeiro de 1947. Na frente da casa, um poste sustentava o sino de bronze e uma placa do mesmo material. No sino estavam inscritos a data da inauguração e o nome do abrigo, e na placa, a data da primeira escalada e o nome dos dois alpinistas que efetuaram a façanha: Antônio Teixeira de Souza e João Teixeira de Souza em 12 de agosto de 1940. Para esta mesma finalidade, ele continuou ali exposto, preso por uma corrente de aço inoxidável. Todos os que escalassem a Pedra Grande, vencidos os 620 degraus, deveriam badalar o sino e deixar sua assinatura no livro.
Seu nome Pedra do Baú, origina-se da palavra Embahu que em Tupi-guarani significa Ponto de Vigia.

Quilombo  

Este pequeno Bairro de São Bento, parece um presépio pela disposição de casinhas rudes ao redor da Igreja Nossa Senhora da Conceição Imaculada e de uma escola. Centro do Folclore, arte e artesanato, mutirão e encomenda das almas. Lugar onde viveram os escravos. Neste bairro o artesanato flora nas talentosas mãos de pessoas simples que viveram no campo e que hoje perpetuam, em suas obras, os costumes de uma época , que aos poucos esta sendo esquecida por muito de nós.

Cachoeira dos Amores

Localizada num vale perto do acampamento Paiol Grande, e a Pedra do Baú, recanto pitoresco com mais de 300 metros de queda d’água, distante da cidade 5 km. É chamada Cachoeira dos Amores, por seus visitantes que São constantemente namorados da região e turistas que freqüentam o acampamento vizinho. A Cachoeira deságua num lago que chega a profundidade de 1,40m de águas cristalinas. Outra vantagem, é o fácil acesso por asfalto.

http://www.explorevale.com.br/cidades/saobentodosapucai/turismo.htm

Esta publicação foi escrita por tarjcooper e publicada em 1 de setembro de 2010 às 2:35 AM. Está arquivada em Acampamentos. Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: